Receitinha pro cabelo: H com glicerina.

Faz um tempo (ão) que não posto nada sobre cabelos, mas isso porque parei por um tempo o cronograma.

Parei porque relaxei (bastante) um pouco, e nesse pouco tempo que fiquei sem seguir certinho já notei uma piora bem grande nos fios. Ainda não voltei a seguir certinho porque sempre bate uma preguicinha de ficar meia hora com gororoba no cabelo hahaha, mas esses dias fiz uma hidratação que anda bem famosa pelo Facebook da vida que amei! Minhas pontas andavam um pouco espigadas por causa da chapinha em excesso e a falta de cuidados, e ajudou bastante a recuperar.

Você vai precisar de:

IMG_3320

  • Creme de hidratação
  • Bepantol líquido
  • Glicerina bidestilada

Nas medidas, usei uma tampinha de Bepantol, uma de glicerina e uma colher e meia de creme. Misturei tudo e ficou assim:

IMG_3326

Normal, como se estivesse só o creme ali.

Passei a misturinha depois de lavar o cabelo (não usei condicionador) e enquanto ele estava úmido. Retirei só um pouco do excesso de umidade com a toalha para não ficar pingando, mas é importante que o cabelo ainda esteja molhado (nem pingando e nem secando); isso pelo fato de que a glicerina pode dar o efeito contrário com pouca umidade.

Depois de aplicar no cabelo todo e passar só um pouco de glicerina pura nas pontas (que estavam mais secas), coloquei uma sacolinha plástica por cima e uma toalha. Assim, a umidade ficaria retida ali.

IMG_3338

Importante: coloque uma touca ou toalha na cabeça para reter a umidade. A glicerina serve para puxar umidade para o fio, por isso ele tem que estar molhado. Sem a touca, a glicerina jogará a umidade do seu cabelo para o ambiente (caso o esteja com umidade do ar baixa) por sua capacidade de extrair água. Com a touca, ela irá puxar mais água por causa do abafamento.

Depois de meia hora, é só enxaguar bem e condicionar. Pode finalizar como de costume.

E é isso! Espero que tenham gostado. Qualquer dúvida, pode deixar nos comentários.

Você sabe lavar seu cabelo?

image

Oláa! Hoje tem mais um post sobre cabelos! Dessa vez falando sobre a lavagem que, para mim, é a parte mais importante do processo de cuidados.

Lavar os cabelos parece algo fácil, não? Você molha o cabelo, taca um monte de shampoo, espalha nele inteiro e enxágua. Certo? Não. Fazendo isso, você, além de não limpar direito o cabelo, ainda ajuda a danificá-lo. 

Shampoo é uma coisa complicada. A maioria deles é composto por muito sulfato, que é um detergente utilizado para remover bem os resíduos do cabelo e dissolver os petrolatos e outros ingredientes insolúveis que estão na maioria dos condicionadores e máscaras. Sendo assim, ele agride o cabelo e retira parte (se não toda) da oleosidade natural do cabelo. Por isso, ele não pode ser utilizado em todo o comprimento, apenas na raiz, e em bem pouca quantidade.

Então, vamos por partes:

1. Molhe bem o cabelo. Se seu cabelo for muito ressecado, passe um óleo nas pontas por volta de 5 minutos antes de molhar. Isso vai proteger mais as pontas da agressão do shampoo.

2. Coloque bem pouca quantidade na palma das mãos, no máximo uma moeda de 1 real. Aplique apenas no couro cabeludo bem ensopado para que o shampoo se dilua. Não ache que é a quantidade de shampoo ou de espuma que vai limpar. Não aplique o shampoo nas pontas!

3. Massageie BEM o couro cabeludo apenas com as pontas dos dedos. Não passe a unha de forma alguma mas também não faça carinho no cabelo. Aplique uma certa força apenas nas pontas dos dedos. Faça movimentos curtos, circulares, como uma massagem. Não passe shampoo no comprimento! O cabelo tem uma oleosidade natural que nutre os fios, e esse óleo vai em menor quantidade para as pontas, já que não é produzido ali. Se seu cabelo é cacheado, tem menos oleosidade ainda nas pontas já que a estrutura do fio não permite um caminho fácil até lá. Passar shampoo nas pontas e esfregar vai retirar essa nutrição natural e ressecar ainda mais o cabelo.

4. Enxágue bem e, se necessário, repita o processo. Deixe que a água com o shampoo escorra para as pontas; isso será suficiente para limpá-las. Depois disso, retire o excesso de água e passe condicionador ou alguma etapa do CC.

Dicas: Por mais comprido que seja seu cabelo, não passe o vidro todo de shampoo de uma vez e não passe shampoo nas pontas (já falei mil vezes, mas é só pra garantir). Acredite: não é a espuma que vai limpar o cabelo, é a forma que você massageia. Também não esfregue as pontas do cabelo entre as palmas das mãos; você corre o risco de fazer os fios arrebentarem ou criar vários nós.

Ah! E não é porque está escrito sem sal na embalagem que ele não tem sulfato, tá? Ele só não tem Cloreto de Sódio, que diminui o efeito de alisamentos etc.

Lembrando que esse é o modo que mais deu certo para mim e que menos danifica os fios. Lembrando também que não sou nenhuma profissional; estou aqui só pra compartilhar o que pesquiso, o que testo e que para mim dá certo.

Bônus: a lavagem não precisa ser feita necessariamente com shampoos normais cheios de sulfato. Você pode aderir ao no/low poo, que utiliza pouco ou nenhum sulfato. Nunca testei, então não posso dizer muito sobre o assunto. Se quiser saber mais, pode dar uma olhada aqui.

Aqui vai uma lista com os sulfatos presentes nos produtos para cabelos, caso você queira se livrar deles:

  • Sodium Lauril Sulfate (Sodium Lauryl Sulfate – SLS) – Lauril Sulfato de Sódio;
  • Sodium Laureth Sulfate (Sodium Lauryl Ether Sulfate – SLES) – Lauril Éter Sulfato de Sódio;
  • Ammonium Laureth Sulfate (ALES) – Lauril Éter Sulfato de Amônio;
  • Ammonium Lauryl Sulfate (ALS) – (Lauril Sulfato de Amônio ou Dodecil Sulfato de Amônio);
  • Sodium Trideceth Sulfate (também comercializado como Sulfato de Sódio Polioxietileno Tridecil; Sulfato de Sódio Éter Tridecilico; Sódio Tridecil Trioxietil Sulfato);
  • Sodium Myreth Sulfate (Miristil Éter Sulfato de Sódio);
  • Sodium Coco/Cocoyl Sulfate (Sulfato de Sódio Coco);
  • Sulfonato de Sódio Olefina C14-16 (C14-16 Olefin Sulfonate);
  • TEA Lauril Sulfato (TEA Lauryl Sulfate);
  • TEA Dodecilbenzenosulfonato;
  • Sodium Cocoyl Glycinate;
  • Alquilbenzeno Sulfonato de Sódio (Sodium Alkylbenzene Sulfonate);
  • Ammonium Xylene Sulfonate;
  • Methyl Cocoyl / Lauril Taurate;
  • Sodium Xylene Sulfonate;
  • Dioctyl Sodium Sulfoccinate;
  • Sodium Cocyl Isethionate;
  • Sodium Lauryl Sulfoacetate;
  • Sodium Lauryl Glucose Carboxylate;
  • Sodium Socoyl / Lauryl / Lauroyl Sarcosinate;
  • Ehtyl PEG-15 Cocamine Sulfate.

Então, é isso! Espero que tenha ajudado! Qualquer dúvida, pode deixar nos comentários 🙂

Não esquece do joinha no blog e no Facebook

<a href=”http://www.bloglovin.com/blog/13655493/?claim=wtdete72ra2″>Follow my blog with Bloglovin</a>

Resenha comparativa: Super Óleo Garnier X Óleo extraordinário Elseve

super óleo e elseve vida e vaidade

 

Oi!! Mais uma resenha no blog, dessa vez comparativa! Esses dias fiquei na dúvida entre os dois depois de lavar o cabelo, e aí pensei e fazer o post. Vou falar sobre o Super óleo liso marroquino da Garnier e sobre o Óleo extraordinário para cabelos lisos da Elseve.

Super óleo liso marroquino Garnier

super óleo vida e vaidade

O que a marca diz:

super óleo garnier vida e vaidade

 

O Óleo de Argan, conhecido pelo seu poder altamente nutritivo e protetor,

é o segredo milenar da beleza dos cabelos lisos e brilhantes das mulheres do Marrocos.

O Super Óleo Liso Marroquino, com óleo de Argan de textura leve,

condiciona os cabelos e proporciona uma transformação instantânea

de qualidade do seu liso. Em um só gesto ele facilita a escova

e protege os cabelos do calor, do frizz e do volume.

 

Modo de usar:

Aplique de 3 a 4 pressões nos cabelos secos ou molhados com 2 possíveis formas de uso:

1. PRÉ ESCOVA

Use antes de fazer a escova para torná-la mais fácil e proteger os seus cabelos do

calor do secador e da chapinha até 230° C. Seu liso fica suave,

cheio de movimento e brilho.

2. FINALIZADOR

Use como um cuidado diário sem enxágue para garantir uma proteção contra o

frizz, a umidade e o volume.

O que eu achei:

É realmente bem leve, só deixa o cabelo pesado se usado em exagero. Meu cabelo é bem fino e curto, e, mesmo usando 3 pressões, não pesa. Deixa bem macio e tem um cheiro delícia. Não achei tãaao bom assim contra o frizz se usado como finalizador, mas realmente diminuiu o volume. Prefiro usar antes de secar.

Quanto custa: 

Não é caro, custa por volta de R$ 20 e é fácil de achar. Achei em um  mercado de Campinas, o Pague Menos.

Óleo Extraordinário Elseve para cabelos lisos

óleo extraordinário cabelos lisos vida e vaidade

O que a marca diz:

óleo extraordinário elseve vida e vaidade

Uma textura incrível, a alquimia única de óleos de flores preciosas, com efeito

condicionante, capaz de nutrir e proteger o cabelo para tornar sublime o efeito liso.

Modo de usar:

Aplicar de 3 a 4 pressões em todo o cabelo. 

Antes do shampoo, a fórmula nutre instantaneamente a fibra. Antes da escova

ou da chapinha, ela protege a fibra contra as agressões em temperaturas até 230° C.

Como finalizador, ela prolonga o efeito liso. Em qualquer momento, ela dá um toque

irresistivelmente macio e sedoso, e um brilho incrível.

O que eu achei:

Tem que tomar cuidado ao usar. Pelo menos no meu cabelo, se uso muito deixa oleoso. Tenho que usar bem pouco, no máximo 2 pressões e meia. Não gosto do cheiro, acho tão enjoativo quanto o para cabelos com frizz, que está na minha lista de comprei e não gostei. Deixa o cabelo macio, mas não faz nenhum milagre. Prefiro usar como finalizador nas pontas, que deixa uma aspecto bonito e ajuda a nutrir depois de desgastar o fio com a chapinha. Gosto de usar com o cabelo molhado nos dias que ele está mais ressecado, sinto que nisso ele é melhor que o Super Óleo.

Quanto custa: 

É mais caro que o Super Óleo, achei no mesmo mercado por R$30. É até mais fácil de achar.

Conclusão:

Eu prefiro o Super Óleo, porque corro menos risco de ficar com o cabelo pesado. Acho que para quem tem o cabelo mais seco, o Óleo Extraordinário seja melhor, por nutrir mais. Para mim, o Super Óleo ganha nos quesitos leveza, cheiro e preço. Apesar disso, gosto dos dois. O Super Óleo é mais fácil de saber usar, se dá bem em todos os jeitos de uso, mas o Óleo Extraordinário é muito bom depois que você encontra jeito que mais funciona para você.

Gostou? Deixa um comentário!

O que eu comprei e não gostei! Primeiro vídeo do blog!

Oláaa lindezas!  Primeiro vídeo do blog, eba! Fingindo que não tô morrendo de vergonha de postar isso.

No vídeo, eu falo sobre os produtos que comprei e não gostei. Acho legal esse tipo de vídeo, porque é sempre bom conhecer várias opiniões diferentes ou não na hora de comprar um produto.

Por favor, ignorem o fato de que pareço estranha sou estranha mesmo e de que ficou enorme! Tentei editar ao máximo, mas mesmo assim ficou grande. Pra quem chegar no final, tem créditos pra minha mãe pelo fim abrupto do vídeo. Valeu mãe! ❤

Os produtos são:

  • Óleo extraordinário Elseve para cabelos com frizz
  • Óleo hidratação Seda
  • Batom MAC cor Bubbles
  • Base em pó mineral Revlon ColorStay Aqua
  • Corretivo para os olhos Revlon ColorStay
  • Rímel Maybelline One by One
  • Rímel Maybelline Mega Plush
  • Rímel Maybelline Define-a-lash
  • Hidratante protetor UV perfect L’oreal pele mista a oleosa
  • Creme de tratamento Dove cor duradoura

Espero que tenham gostado! Prometo que o próximo ficará menorzinho 🙂

Receitinhas caseiras pro cabelão!

Lindezas! Nesse post vou colocar todas as misturinhas caseiras que conheço pra usar no cronograma capilar que já testei/vi falarem maravilhas, porque já tenho umas acumuladas aqui. Quando testar uma nova, farei um novo post para deixar mais a visualização mais recente, sempre com o link desse post aqui.

 

ATENÇÃO! Digo que são receitas caseiras por utilizarem ingredientes que temos em casa, como azeite, mel, maizena. PORÉM, nas receitas deve-se acrescentar algum tipo de creme. Portanto, não são 100% caseiras. Ainda assim, prefiro usa-las pois os ingredientes caseiros potencializam os efeitos do tratamento, sem precisar gastas rios de dinheiro em produtos específicos para o cabelo.

 

Hidratações:

 

TOUCA DE GESSO – HIDRATAÇÃO DE MAIZENA
lavar com shampoo
misturar:
100ml de água
1 colher sopa maizena
1 colher sopa creme
pouco menos de uma tampa de bepantol ou uma ampola de H
pode ser adicionado açúcar
passar a mistura ainda morna no cabelo
colocar touca térmica (laminada) e deixar agir por 30min
HIDRATAÇÃO COM LEITE E CONDICIONADOR – ALINHAMENTO DOS FIOS
200ml de leite integral
1,5 cl de sopa de condicionador pro seu tipo de cabelo
aplicar em todo o comprimento do cabelo, mecha a mecha. Não encostar na raiz
pode alinhar os fios com as mãos ou com um pente fino (para quem tiver cabelos lisos ou ondulados)
pressione com os dedos a mistura na mecha, puxando-a para baixo para os fios se alinharem
enluve as mechas para garantir que todos os fios tem a mistura
depois de passar em todas as mechas, passar a mistura em todo o comprimento
conforme o fio absorve, a mistura branca começa a sumir
deixe por 20min no cabelo solto, para baixo, sem aquecer
ao lavar, aplique shampoo apenas na raiz
retire a mistura do restante do cabelo com água e aplique condicionador
finalizar com leave-in ou serum
HIDRATAÇÃO COM AÇÚCAR
 1,5 cl de creme de H
 meia tampa de bepantol
 1 cl de açúcar cristal/mascavo
por touca e deixar de 20 a 30min
MÁSCARA DE ABACATE
4 colheres de sopa de creme de leite,
2 colheres de sopa de abacate amassado
1 colher de sopa de açúcar, bata no liquidificador.
deixar no cabelo seco (sem lavar) por 2h
lavar normalmente
Nutrição/umectação:
UMECTAÇÃO – NUTRIÇÃO (essa já tem receitinha aqui)
8 colheres de azeite
4 colheres de mel*
2 cl de bepantol*
deixar o máximo de tempo possível e lavar com shampoo e condicionador
SEGUNDA OPÇÃO
Utilizar apenas o azeite puro em todo o cabelo, mecha a mecha
deixar o máximo de tempo possível
lavar normalmente
também pode ser usado óleo de ricínio, óleo de coco, óleo de amêndoas ou qualquer outro óleo 100% vegetal.
Reconstrução:
RECONSTRUÇÃO COM GELATINA
lavar o cabelo 
Dissolver gelatina incolor sem sabor em 100ml de água morna
misturar com 2 cl creme de R
pode ser adicionado um pouco de queratina líquida, apenas algumas borrifadas, sem exageros.
deixar 30min
RECONSTRUÇÃO ÁCIDA
lavar o cabelo
diluir meia xícara de vinagre em 4 de água, aplicar no cabelo todo e deixar 5 min, enxaguar
aplicar uma máscara reconstrutora, deixar 10 min, enxaguar
aplicar máscara hidratante, deixar 10 min, enxaguar
aplicar condicionador, enxaguar
por fim, como último enxágue, jogue o resto da mistura inicial de vinagre + água no cabelo e deixe
pode passar leave-in e fazer escova, ou deixar secar ao natural.
UTI! ATENÇÃO! NUNCA fiz uso desse procedimento, só estou colocando aqui porque muitas meninas precisam dele como último caso. Como nunca fiz, não tenho como dizer se corre o risco de dar errado. Nunca vi alguém que tenha seguido exatamente esses passos e que tenha dado errado, mas, faça por sua conta e risco.
Frequência: 1x por semana por um mês SE o cabelo estiver realmente danificado! Se não, 1x por mês.
lave 2x com shampoo transparente
passar máscara de R e deixar de 10-15 min no cabelo
enxaguar com água morna
secar o cabelo na toalha e desembaraçar os fios
passar neutralizante mecha por mecha, desde a raiz e deixar 20 MINUTOS CONTADOS, deixando o cabelo solto, sem prender ou abafar (não usar pente nem escova)
enxaguar com água FRIA
finalizar com leave-in ou serum
deixar secar ao natural, secar no máximo com o jato frio do secador. Não pranchar
Caso alguém queira, aqui tem explicações passo a passo com imagens dos produtos utlizados.
Gostou? Comenta aqui! Espero que tenha ajudado 🙂

Cronograma capilar: minha salvação.

Lindezas! Vim aqui contar sobre uma coisa que mudou meus cabelos: cronograma capilar. É um tratamento rigoroso pros cabelos que recuperam quase o cabelo todo. A intenção é que o tratamento reponha o que o cabelo perde nos processos químicos. Nele, cada dia que lavar o cabelo é um dia de tratamento diferente, que contém Hidratação, Nutrição e Reconstrução. A maioria das pessoas diz que o cronograma tem que durar o tanto que o cabelo precisa pra se recompor, MASSSS eu não deixo de fazer mesmo depois de ver meu cabelo bonito, porque uso chapinha e secador sempre e agora também estou tingindo. Cabelo natural, virgem, também pode fazer o cronograma; aliás, recomendo porque processos físicos como sol, vento, mar etc. também desgastam o cabelo. Lembrando que não sou profissional, e tudo que eu disser é baseado em experiência própria e em várias pesquisas.

 

IMG_2416

 

Primeiro, vamos esclarecer o que é cada etapa.

Hidratação:

IMG_2419

Serve para repor a água perdida no fio. É a etapa que deve ser mais repetida, já que perdemos hidratação mais fácil, além de dar brilho e movimento no cabelo. Recomendada para cabelos secos, sem brilho. Seu excesso não causa nenhum mal específico, apenas faltar outros nutrientes para o cabelo. Os ingredientes dessa etapa são glicerina, pantenol, extratos naturais de frutas, vitamina E, ureia entre outros.

Nutrição:

IMG_2418

Serve para dar maciez e emoliência para o cabelo, deixá-lo maleável e diminuir o volume. Indicado para cabelos muito ressecados, volumosos, com pontas ressecadas. O excesso pode causar oleosidade no cabelo, pode deixá-lo pesado e com sensação de sujo. Os ingredientes são manteigas e óleos naturais (como de abacate, de coco, de amêndoas, azeite, de argan, etc.)

Reconstrução:

Serve para repor elementos da fibra capilar, deixar o fio mais forte e mais resistente à quebra. Indicado para cabelos muito danificados, elásticos e quebradiços. O excesso desta etapa é o mais grave: o efeito rebote. O cabelo pode se tornar rígido, opaco, quebradiço, com pontas espigadas. Pode ser confundido com a falta de reconstrução. Os ingredientes são proteínas hidrolisadas e aminoácidos, como queratina, arginina, metionina, glicina, lisina, etc.

É importante também que os produtos não tenham petrolatos, como parafina e óleo mineral, já que eles grudam no cabelo para dar a sensação de maciez, e “entopem” o fio, impedindo que os componentes da máscara funcionem corretamente. eu mesma tenho uns com essas coisas, mas é porque já os tinha em casa.

Eu descobri sobre essa maravilha há pouco tempo, e já vejo muita mudança no meu cabelo. Se tivesse descoberto antes, talvez a mecha de cabelo que doei estivesse mais saudável. Só uma observação pra quem já leu por aí que é tudo mentira, só uma maquiagem e que não funciona nada: pra mim, é a melhor maquiagem do mundo! E, pra mim, é como passar creme no corpo: se a pele é seca e você cuida, fica linda. Se para de cuidar, seca de novo. Tudo tem que ser tratado mesmo, e pra mim é o melhor tratamento que já encontrei. Acho que se você não testar, nunca vai saber se é bom ou não.

Para saber como montar seu cronograma, tem que saber quão saudável ou não seu cabelo está. Aí, você tem uma base para montar de acordo com sua necessidade. Caso precisem, vou deixar uma tabela que não lembro mais onde encontrei aqui no post.
image

Eu não tenho uma tabela fixa. Faço as etapas de acordo com o que percebo que meu cabelo precisa no dia. Só tomo cuidado pra não fazer reconstrução mais que duas vezes por mês (isso quando meu cabelo tá precisando muito), porque morro de medo de dar o efeito contrário. Lembrando que não sou profissional e que tudo aqui é por experiência própria e por conhecimento de outros. Posso estar sendo boba em não fazer mais reconstuções, ou não.

Pra quem quiser saber mais e/ou resolver começar, sugiro que entre no grupo Cronograma Capilar que lá tem tudo que você quiser saber, e pessoas muito mais experientes que eu, além de váaarias receitas e tratamentos, produtos, etc.

IMG_2411

 AQUI tem algumas receitas com ingredientes caseiros que eu uso 🙂 

Gostou? Comenta e curte a página do blog no Facebook 🙂

Misturinha pro cabelo com azeite e mel!

Alou! Vim aqui contar sobre uma misturinha que deixou meu cabelo a coisa mais macia do mundo! É uma receita que vi na internet, resolvi fazer e amei. Usei azeite, mel e bepantol.

Ingredientes: Mais ou menos 8 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem

4 colheres de sopa de mel puro

Meia tampa de bepantol solução

Como eu fiz: Misturei tudo em um recipiente de plástico e apliquei no cabelo seco (pode ser sujo mesmo, tanto faz) mecha por mecha, enluvando cada uma mais ou menos umas 15 vezes, pra garantir que todos os fios tem a mistura. Deixei no cabelo por 1:30h, passei shampoo antes de molhar o cabelo e massageei (ajuda a tirar o óleo), lavei mais duas vezes com shampoo e usei uma ampola de nutrição.

Meu cabelo ficou lindo, com um brilho lindo, suuuuper macio e com as pontas bem mais bonitas. O único problema dessa mistura é que pra quem tem cabelo tingido (como eu), acaba desbotando um pouco, mas nada que um tonalizante não recupere. Faço essa mistura no dia da nutrição do Cronograma Capilar. É bem demorada, mas vale a pena fazer as vezes.

E aí, vai tentar? Se tentar me conta!